terça-feira, 27 de julho de 2010

Ao gato que arranhou o sofá

















Sim, é pra você este poema.
Preguiçoso e desdenhoso, talvez nem leia
E continue a se espreguiçar,
Arranhar o sofá da sala,
Banhar-se de si mesmo
E adormecer tranquilo.

Não, não há pesar em você;
Nem pelo sofá, nem... Deixa... Nem pelo sofá.
Carrega na mente só o despertar e mais nada.

Ontem afastei o prato, o leite pareceu do cachorro.
Tímido esforço de revolta contra você que... Nem ligou;
Não ligou, roçou minhas pernas;
Não ligou, bebeu o leite;
Não ligou, adormeceu no sofá.

Quero dizer que não gosto do seu jeito desdenhoso,
E, também, para que não estrague o sofá
E... Deixa! Deixo...
Só não estrague o sofá.


Wanderson Lana.
20/07/2010

8 comentários:

Rafa Salomão disse...

escreve sobre si, para que os outros também se encontrem.
Linda poesia... [lindos gatinhos ^^]

Victor Martins disse...

Eu não me identifiquei com o poema...

mas identifiquei outra pessoa!!!
heheh

Acho que é porque ele é preguiçoso e só pensa em dormir mesmo...
auhauahua

bonito poema e ri horrores...
hehe

Dionathan disse...

Hum.
Adorei o conto acho que extase não é a preguiça mas sim estragar o sofá que lendo por mim, tive outro sentido de estragar o sofá ! ADOREI SEU POEMA!

vanderlei jose disse...

Tive grata surpresa com a visita que fiz .... a muito ... confesso... não passava por aqui ...mas valeu muito a pena ... cada .. palavra... cada vírgula... cada suspiro ....

Jhonathan disse...

Gostei do poema... quem será o preguiçoso a quem vc se referiu hein??? rsrs... De certa forma, todos temos o tal "gato" em nós, aqueles dias de preguiça, dormir no sofá como se não houvesse mais nada a fazer...
Deixa o gatinho dormir quetinho aí,
dane-se o sofá... rsrs
abços amigo..

Darci Junior disse...

Me lembrou uma pessoa.

Tainara Lais Cardoso disse...

quem nunca foi/conheceu um gato q arranhou o sofá?
:/

Anônimo disse...

já falei que não gosto de gatos?! Então, eles me surpreendem mas não me conquistam. É o tipo de animal que você nunca terá a certeza do que ele vai fazer, continuar arranhando o sofá faz parte.