sábado, 21 de julho de 2007

Segunda Angústia



Hoje doeu...
Doeu além do comum
Fugi para dentro de mim
E não encontrei nada
Só as mesmas imagens de você tão perto...
Mas não o suficiente.

Quando encaro seus olhos
Vislumbro seus lábios
E desejo suas mãos
Imagino como seria bom um mundo mais simples...
Onde eu pudesse me levantar com cuidado
E te abraçar com força...

Hoje doeu...
Doeu além do limite
Do “aguentável”
Fugi para dentro de mim
E não encontrei nada
Só a mesma voz dizendo ser impossível.

Quando olhamos as estrelas juntos
E falamos de assuntos que não gosto de ouvir
O tempo voa...
E também é minha vontade a de voar com você
Ser guiado por caminhos desconhecidos
Sentindo essa sua força, que às vezes supera a minha.

Hoje doeu...
Doeu uma vida
O tempo demorado para se encontrar um grande amor...
Fugi para dentro de mim
E não encontrei nada
Só a dor... A dor de não te você.

Hoje doeu tanto...


Wanderson Lana.

3 comentários:

Boo disse...

Como já te disse, gostei :)

Darci Junior disse...

Vc e essas suas angustiass!!

Jhonathan disse...

Sinceramente essa mexeu comigo,
muito linda, fala o q muitos sentem, o amor a dor em um conjunto confuso, tristeza que mata nos emudece e causa solidão.